Unindo punk e folk, La Burca antecipa disco com novo clipe

julho 11, 2021, 1:15 pm

compartilhe
compartilhe

La Burca antecipa disco com novo clipe 

Prestes a completar 10 anos de formação, a La Burca antecipa o terceiro disco inédito, Desaforo, com o lançamento do clipe “Mato sem Cachorro”, um grito de revolta em relação à situação do Brasil. A música traz duas guitarras semiacústicas e é a primeira com letras em português do agora power trio. A sonoridade vem mais encorpada, reunindo as influências do punk, folk, experimental, no wave e post-punk, em um cenário que representa o mato sem cachorro que o país se meteu durante os últimos dois anos. O lançamento é o primeiro do Coletivo Lança, voltado para uma prática democrática e inclusiva nas artes.“Mato sem cachorro é um grito-uivo frente a todo o caos brasileiro, ao beco sem saída que nos encontramos com essa necropolítica, na saúde, cultura, contra o negacionismo e genocídio institucionalizado. Estamos na UTI e queremos viver, não aceitamos esse cenário. A nossa motivação é continuar existindo, resistindo, amando, celebrando na medida do possível e produzindo música-arte contra todo esse lixo fascista, essa perversidade, essa perseguição sem fim aos LGBTQIA+, aos negros, mulheres, pobres e excluídos. Não toleramos isso, não consentimos e não autorizamos essa loucura mórbida, essa banalização de balas perdidas sempre caçando e mirando corpos negros, corpos LGBTs”, declara Amanda Rocha (guitarra e voz).

Formada por Amanda Rocha (voz e guitarra), Daniel Guedes (guitarra) e Ed Paolow (bateria), a La Burca vive com o desafio diário de ser uma banda brasileira que continua produzindo arte. A música “Mato sem cachorro” é uma forma de permanecer firme, lutando e sã.
“O trecho ‘mato sem cachorro, fulana quer amar, deixa a gente amar’, conclama uma resistência, uma força que nos conduz a existir, a sermos quem somos, não vamos deixar de amar, de ser quem a gente é. Mas não podemos continuar morrendo, aceitando essa matança generalizada, ainda mais com essa pandemia. São muito mais que 500 mil mortos, sabemos. Inaceitável, é um escândalo.”, critica Amanda.

Primeira música da La Burca em português, Mato sem cachorro, representa uma fase de abertura e experimentações para a banda, que busca o autoconhecimento em meio a uma pandemia que atrasou o lançamento do disco em seis meses. A canção sucede o lançamento de “Desaforo”, música também lançada com clipe no fim de 2020. Neste meio tempo, a La Burca incluiu Daniel Guedes, guitarrista, que participou do disco gravando sua parte em casa, durante a quarentena.

“Trocamos muitas referências e ambiências para o som, flertes com o post punk, no wave, punk, folk e até bossa nova (risos). As imagens do clipe foram feitas em momentos distintos, têm frames de shows, takes que eu fiz em casa, no meio do ‘mato’, e que Guedes fez na casa dele, um retalho visual que se complementou.”, explica Amanda.

A canção foi gravada no Outside Estúdio (Araraquara/SP), por Marquinhos Fróco. A mixagem e masterização é de Guilherme Vazzoler. O videoclipe de “Mato sem Cachorro” conta com direção de Amanda Rocha e Vita Pereira, sendo a última também responsável pela produção. Fazem parte do elenco todos os integrantes da La Burca. A fotografia é de Daniel Guedes, Vita Pereira, Amanda Rocha e Fernanda Robles, sendo a última também responsável pela maquiagem. O clipe conta com o apoio da !punklorecords! e do Coletivo Lança. 

Acompanhe a La Burca nas redes

Instagram: https://www.instagram.com/la.burca/

Bandcamp: https://laburca.bandcamp.com/

YouTube: https://www.youtube.com/laburca

Facebook: https://www.facebook.com/laburca

Comentários

Deixe um comentário