Camisa de Vênus (Gravação do DVD) – Local: Auditório Araújo Viana – 22/10/2016 – Produção: Opus Produtora – Texto por: Claudia Regina Machado Ostrowski – Fotos: Glauco Malta

outubro 24, 2016, 6:49 am

compartilhe
compartilhe

Para celebrar seus 35 anos de carreira a lendária banda Camisa de Vênus retorna ao Auditório Araújo para gravação do seu próximo DVD e também apresentar aos fãs as músicas do álbum  ”Dançando na Lua”, disco de músicas inéditas após 20 anos de hiato, sendo o oitavo da sua carreira; um verdadeiro presente para seus fãs já que o local escolhido pela banda tem toda uma memória afetiva dos músicos por terem feito ali em 1984 seu primeiro show em Porto Alegre com uma apresentação histórica para 7 mil pessoas.
E a história se repete, passados 32 anos do espetáculo mítico  cá estão eles de volta, com excelente público com uma mescla de fãs da nova e antiga geração para mais uma noite de verdadeira celebração.

Ao menor sinal de que a banda estava prestes a pisar no palco sem nenhum atraso do horário programado a vibração aumenta na plateia e um coro toma conta do ambiente com o famoso grito de guerra da banda de “bota pra fudê”, como se fosse um convite aos músicos para subirem ao palco.
Já nos primeiros acordes o Camisa de Vênus deixou claro a que veio, capitaneando a banda estão os lendários Marcelo Nova (vocais) e Robério Santana (baixo), trazendo ao palco uma excelente banda; Drake Nova ( guitarra – filho do Marcelo), Leandro Dalle ( guitarrista) e Célio Glouster (bateria); com um grande entrosamento em palco a banda esbanjou feeling, criatividade e carisma com toda a plateia.
Como um grande “Mestre de Cerimônias” que sempre foi, Marcelo Nova coversa com o público de uma maneira tão espontânea que da a impressão de um bate papo entre amigos na mesa de um bar e em um desses bate papos ele diz: “Tocaremos canções que escrevi quando ainda era jovem e que para a nossa sorte, continuam relevantes até hoje”; e para delírio do público o set list comtemplou ao menos uma canção de cada álbum, mesclando as músicas novas com os grandes clássicos da bandacomo: ” Bota pra Fudê “, ” Hoje”, “Bete Morreu”, ” Gotham City”, “Deus me dê Grana”, ” A Ferro e Fogo” essa com um arranjo totalmente diferente do que está registrado em estúdio, mas que ficou belíssima nessa versão ao vivo; “Só o Fim”, ” My Way”, “Silvia”, ” Sinca Chambord”; vale ressaltar que as músicas novas estão excelentes e ao vivo soaram melhor ainda.

Era nítida a euforia do público ao interagir com a banda  resposta ao convite de Marcelo Nova a participar cantando o refrão de algumas canções, refrões esses que especificam o povo brasileiro mostrando o encontro da malícia e o senso de humor que caracteriza o Camisa de Vênus.
E para fechar a noite com chave de ouro, e acelerar ainda mais o coração do público presente , mandam o clássico dos clássicos do Camisa; “Eu não Matei Joana D’Arc” que foi entoada em uníssono por todos presentes no Auditório Araújo Viana.

Simplesmente uma apresentação sensacional, perfeita e não deixou pedra sobre pedra ao final; confirmando que são lendas e uma verdadeira referência quando se trata de Rock Nacional, basta olhar a quantidade de clássicos que estão em sua discografia.
Noite simplesmente fantástica e fluiu  na mais perfeita sintonia, os músicos, os fãs, a iluminação incrível, o som perfeito.

A banda saiu ovacionada do palco, e a sensação que se tinha de todos os presentes era de que eles poderiam tocar mais duas horas que ninguém arredaria o pé do show.
Depois de encerrada a apresentação, os músicos receberam alguns amigos e fãs no camarim, com a sensação de missão cumprida e desafio superado com todos os louvores de capitarem um registro ao vivo; que com certeza já entrou para a história.

Comentários

Deixe um comentário