Aerosmith – Pura Energia em Porto Alegre – Local: Anfiteatro Beira Rio – 11/10/2016 – Produção: Hits Entretenimento – Texto Por: Glauco Malta – Fotos: Edu Deferrari/Divulgação

outubro 13, 2016, 12:47 am

compartilhe
compartilhe

O Aerosmith desembarcou pela segunda vez em Porto Alegre após seis anos para o primeiro show no Brasil da tour “Rock n’ Roll Rumble – Aerosmith Style 2016″.

Vale uma breve ressalva para dizer que o Anfiteatro Beira Rio é um belíssimo espaço para eventos deste porte, e que o acesso tanto para a chegada quanto para a saída dos quase 30 mil fãs presentes ao evento foi tranquila e rápida.

Com apenas 2 minutos após as 22 horas a banda sobe ao palco para delírio do público, abrindo (e muito bem por sinal) a apresentação com Back in The Saddle do álbum Rocks lançado em 1976 e na sequência emendam um trinca de clássicos mais recentes (digamos assim) para fã nenhum botar defeito; Love In An Elevator, Cryin’ e Crazy; realmente um prenuncio de que a noite prometia.

A grande surpresa da noite em matéria de música, ficou por conta de Kings & Queens do álbum Draw The Line lançado em 1977, pouco conhecida da maioria dos presentes mas, com certeza muito apreciada e caindo de imediato no gosto de toda plateia.

Que energia que estes “Jovens Senhores” tem quando estão em cima do palco!

É algo que beira o absurdo, esbanjando carisma com a plateia e cada um em seu instrumento representa um show a parte, uma verdadeira aula de técnica refinada altamente dosada de muito feeling.

O baterista Joey Kramer é um “monstro” nas baquetas, não se limitando apenas a marcar o ritmo das músicas em seu belíssimo kit acrílico transparente, fez um grande solo de bateria durante a música Rats in the Cellar outra música maravilhosa da era setentista da banda.

Os músicos apresentavam em suas roupas o Laço Cor de Rosa símbolo da “Campanha Mundial do Outubro Rosa”, que visa chamar atenção, diretamente, para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce; belíssima atitude da banda. E para marcar este apoio de forma mais intensa durante o show, Steven Tyler pegou uma lata de tinta spray cor rosa e pintou o cabelo de um dos câmeras que registravam o show ao lado do palco; e no telão central do fundo do palco já aparecia o Laço Rosa da Campanha; então a banda toca Pink com a iluminação do palco predominante rosa; realmente um momento histórico e marcante.

O magistral Joe Perry assume os vocais no “blues rasgado” Stop Messin’ Around (cover de outra banda lendária o Fleetwood Mac), dividindo belíssimos solos com de guitarra com Brad Whitford e com Steven Tyler na gaita; realmente uma  versão matadora ao vivo.

A balada romântica I Don’t Want To Miss a Thing fez muitas fãs começarem a chorar ao ouvirem os primeiros acordes da música, um dos maiores hits da história da banda, que ficou eternizada como tema de um filme que foi sucesso mundial de bilheteria.

Caminhando para a parte final do show, tocam mais um cover e desta vez atacam de Come Together dos Beatles, falar o que de Aerosmith tocando Beatles? Só me resta ficar de olhos vidrados no palco e ouvidos atentos a cada som vindo dos PA’s, torcendo para que a música não acabasse; mas tudo bem quando acabou porque emendam Walk This Way e Train Kept a-Rollin’ (cover de Tiny Bradshaw), fechando a primeira parte do show com a banda deixando o palco aplaudidíssima.

Após um breve momento, nota-se a movimentação acelerada dos rodies bem na ponta do advanced do palco subindo um belo piano de calda branco; o que fez a galera começar a gritar, pois era um prenúncio de que em breve a banda estaria de volta.

Steven e seus colegas de banda ressurgem no palco, e o mesmo se dirige ao piano e toca os primeiros acordes da mais do que clássica Dream On, fazendo o público presente gritar e cantar em uníssono. E para esquentar ainda mais o clima Joe Perry não deixa o clima cair, emenda de cara Sweet Emotion levantando ainda mais o astral do público presente para um encerramento com chave de ouro, para um show histórico.

Quem esteve presente ao show foi brindado com um verdadeiro espetáculo do bom e velho rock and roll em seu sentido mais amplo e literal da palavra; músicos talentosos com grande presença de palco e um vocalista que é um verdadeiro “Show Man”

Além de estar em uma fase excepcional; Steven Tyler está cantando muito, mas muito mesmo!!!

Só nos resta torcer para que os boatos que rolam nas redes sociais não sejam verdade; de que esta seria a derradeira tour do Aerosmith. Esperamos que não, pois a impressão que se dá ao vê-los ao vivo após 46 anos de estrada é de que poderiam ficar tocando por muitos anos mais ainda, tal é a energia que emana de uma apresentação ao vivo da banda.

Longa vida ao Aerosmith.

 Steven Tyler (vocal), Tom Hamilton (baixo), Joey Kramer (bateria), Joe Perry (guitarra solo) e Brad Whitford (guitarra base)

 “Rock n’ Roll Rumble – Aerosmith Style 2016″

Set List – Porto Alegre

1 – Back In The Saddle

2 – Love In An Elevator

3 – Cryin’

4 – Crazy

5 – Kings & Queens

6 – Livin’ On The Edge

7 – Rats In The Cellar

8 – Dude (Looks Like a Lady)

9 -Same Old Song And Dance

10 – Monkey On My Back

11 – Pink

12 – Rag Doll

13 – Stop Messin’ Around (Cover Fleetwood Mac)

14 – I Don’t Want To Miss a Thing

15 – Come Together (Cover The Beatles)

16 – Walk this way

17 – Train kept a-Rollin’ (Cover de Tiny Bradshaw)

Bis:
Dream on

Sweet Emotion

Comentários

Deixe um comentário